Páginas

MARA COSMÉTICOS

MARA COSMÉTICOS
Centro do José Rodrigues - Olho d'Água das Cunhãs-MA

quarta-feira, 4 de março de 2015

GOVERNADOR FLÁVIO DINO RECEBE EMBAIXADORA DE CUBA

                           MARANHÃO E CUBA  ESTREITANDO RELAÇÕES  
Governador Flávio Dino e a embaixadora cubana discutiram experiências exitosas que poderão ser aproveitadas no Maranhão
O governador do Maranhão, Flávio Dino, pretende estreitar as relações com Cuba, que já oferece suporte à saúde do estado, com a oferta de 570 profissionais que integram o Programa ‘Mais Médicos’. Na tarde desta quarta-feira (4), no Palácio dos Leões, o governador recebeu a visita da embaixadora de Cuba no Brasil, Marielena Ruiz Capote, que tratou sobre contribuições mútuas entre os governos. O encontro também contou com a presença da cônsul-geral de Cuba no Nordeste, Laura Pujol.



“Esta é uma oportunidade de agradecer o país que está contribuindo com o nosso estado para atenção básica à saúde e explorar as experiências e potencialidades de Cuba em diferentes políticas públicas que podem ajudar no desenvolvimento social e na superação de contradições existentes no estado”, relatou Flávio Dino, ao lembrar que as relações diplomáticas com o país comunista já oferecem grandes contribuições para o Brasil e para o Maranhão.



Durante a visita, a embaixadora apresentou as experiências exitosas nas áreas sociais, de saúde, educação e esporte em Cuba. Após conhecer o perfil do estado, com dados sociais e econômicos apresentados pelo governador, Marielena Ruiz Capote enalteceu as potencialidades do Maranhão e revelou o interesse de Cuba de contribuir e de aprender com o estado.

“Queremos agradecer o Maranhão pelo convite a 570 médicos que estiveram aqui para apoiar a implantação do Programa e também expressar a vontade de compartilhar a nossa experiência. Estamos identificando as possibilidades concretas de parcerias”, destacou Marielena Ruiz Capote, ao lembrar que Cuba é reconhecido pelos investimentos maciços em saúde, educação e esporte.



A embaixadora foi apresentada a toda equipe de secretários do Governo do Maranhão. Na oportunidade ela pôde conhecer mais sobre os esforços integrados da gestão para superar os graves indicadores sociais encontrados no estado e reforçou a intenção de afinar alianças com o Estado a fim de contribuir com o processo de desenvolvimento social para todos os maranhenses.
Fonte: Secom   Texto: Mariana Salgado Fotos/ Nael Reis

        

POLÍCIA CIVIL FISGA FALSOS PESCADORES,NUNCA PEGARAM UMA PIABA,MAS ERAM BENEFICIADOS COM O SEGURO DEFESO

ATENÇÃO POLÍCIA AQUI EM OLHO D'ÁGUA DAS CUNHÃS CENTENAS DE FALSOS PESCADORES   ESTÃO RECEBENDO O SEGURO DEFESO ATRAVÉS DE FRAUDE

Foto:blog do Luís Pablo
                          
A Polícia Civil do Maranhão começa a remar na operação denominada ´´Peixe Grande``,comandada pelo delegado Ney Anderson,desmontando um esquema criminoso no Estado,que movimenta milhões .Nesta quarta-feira (04),em Viana,a polícia desarticulou uma quadrilha acusada desviar R$ 5 milhões do Seguro-Defeso,benefício concedido pelo Governo Federal à pescadores durante o período em que a pesca é proibida.



Só em Viana 12 mil pescadores estavam registrado,a polícia apreendeu uma grande quantidade de carteiras,computadores, celulares, veículos, dois revólveres e mais de R$ 15 mil em dinheiro.Foram presos o ex-presidente do Sindicato dos Pescadores de Viana, Antonio D’Inês e o filho,Inês Pinheiro,Antônio Marinho, Adriana Pinheiro, Marcio Júnior e Luís Alberto Mendes.



A operação irá se estender por vários municípios onde,muita gente que não sabe o que é pescar uma piaba,mas que mama do benefício.A fraude é tão grosseira que existem municípios sem nenhuma tendência para pesca e que apresentam números extraordinários de pescadores,sem rio,o peixe que é encontrado é em tanques particulares.



O esquema é o seguinte:o presidente das associações e colônia de pescadores pegam documentos de pescadores e de pessoas que não têm nenhum vínculo com a pesca, com o objetivo de tirar a carteira de pescador ou a certidão provisória, para ter direito a receber o “Seguro Defeso”.

Mas os presidentes ou responsáveis condicionam que parte do dinheiro é para providenciar a carteira. No entanto, esse valor é para pagar a fraude. Quando isso não acontece, a carteira é cancelada no ano seguite
.

AQUI NÃO VIOLÃO! TRIBUNAL DE JUSTIÇA SUSPENDE AUMENTO DOS SALÁRIOS DO PREFEITO, VICE-PREFEITO E VEREADORES DE SÃO LUÍS GONZAGA DO MARANHÃO

Emanuel Carvalho - Prefeito
O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) suspendeu a aplicabilidade da Lei Municipal nº 463/12 e da Resolução nº 005/12, que aumentaram os valores dos salários do prefeito, vice-prefeito e vereadores do município de São Luís Gonzaga do Maranhão, para o quadriênio 2013/2016.

A concessão de medida cautelar em Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) atendeu pleito do Ministério Público do Maranhão (MPMA), que considerou a alteração dos subsídios dos candidatos já eleitos uma violação aos princípios da anterioridade, moralidade e impessoalidade. O MPMA citou decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) para declarar inconstitucional a modificação dos subsídios após as eleições municipais. Em sua defesa, a Câmara Municipal de São Luís Gonzaga afirma que não legislou em causa própria, uma vez que somente três vereadores foram reeleitos para o quadriênio 2013/2016.Dos 11 parlamentares eleitos, nove estariam em primeiro mandato e não votaram o Decreto Legislativo.
Voto – Para autorizar a Ação Direta de Inconstitucionalidade, o relator do processo, desembargador Kleber Carvalho, citou o artigo 29 da Constituição Federal, que estabelece limites temporais para a modificação dos subsídios de prefeitos e vereadores, cujo texto foi reproduzido na Constituição Estadual do Maranhão (artigo 153). Com base nesse preceito constitucional, o magistrado entendeu que não é permitida a modificação dos subsídios dos cargos políticos no período imediatamente subsequente aos resultados das eleições e do início da nova legislatura.
O desembargador ressaltou ainda que a medida cautelar em Ação Direta de Inconstitucionalidade é cabível em situações graves de instabilidade e insegurança jurídica, tornando o aumento concedido em grave violação à ordem pública, por onerar os cofres públicos. (Informações do TJMA).

LAVA JATO: NA LISTA DA PGR ENTREGUE AO STF, DO MARANHÃO APENAS O NOME DE LOBÃO

A FAMOSA LISTA DOS POLÍTICOS CORRUPTOS ENVOLVIDOS NO ESQUEMA DE DESVIO DE DINHEIRO NA PETROBRAS
 
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, protocolou às 20h11 desta terça-feira (3) no Supremo Tribunal Federal (STF) pedidos de abertura de inquérito para investigar políticos suspeitos de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras.
São 28 pedidos de abertura de inquérito referentes a 54 pessoas. Há ainda sete pedidos de arquivamento. Os nomes não foram divulgados.
Dentre os 54 que são alvo dos pedidos de inquérito, há autoridades e também pessoas sem prerrogativa de foro, cujos casos o procurador enviou ao Supremo porque os supostos crimes que cometeram têm conexão com os dos políticos.
Senadores, deputados e ministros de Estado têm foro privilegiado no STF. Por isso, o procurador-geral precisa pedir à Corte autorização para a abertura de inquérito. Governadores são julgados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).
Em cada peça, Janot requer a derrubada do segredo de justiça. Caberá ao ministro Teori Zavascki, relator das apurações da Operação Lava Jato no STF, decidir se torna ou não as informações públicas. A tendência é de que derrube o sigilo de todos os inquéritos, conforme o pedido de Janot. Somente após essa decisão é que os nomes dos políticos investigados serão divulgados.
A participação de autoridades no escândalo na Petrobras foi revelada nas delações premiadas do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef.
Os dois firmaram acordo com o Ministério Público Federal para colaborar com as investigações e delatar os demais integrantes do esquema em troca de redução nas penas.
Junto com os pedidos de abertura de inquérito, Rodrigo Janot já solicitou uma série de diligências, como quebra de sigilos bancário e fiscal dos políticos. Para resguardar a eficácia das investigações, esses procedimentos serão mantidos em segredo.
Do inquérito à ação penal
Zavascki decidirá agora se abre os inquéritos e atende aos pedidos de diligência apresentados pelo procurador-geral. É praxe, porém, os magistrados aceitarem a abertura de investigações mediante pedido do Ministério Público Federal.
Durante a fase investigatória, os advogados dos investigados ainda não podem fazer a defesa judicial ou contestar as diligências. Só depois de aberta a ação penal, é que poderão apontar irregularidades na produção de provas e anular acusações feitas com base nelas.
Encerradas as investigações, caberá à PGR apresentar as denúncias, que são as acusações formais contra os investigados, apontando os crimes, culpados e provas. Se aceita pela Justiça, a denúncia leva à abertura de uma ação penal, que é o próprio processo judicial, em que serão ouvidas testemunhas e quando a defesa poderá apresentar outras provas que contestem a acusação. Nesse momento, o político passa a ser réu.
Só ao final do processo, os ministros julgam e decidem pela inocência ou culpa do réu; no último caso, determinando as penas, multas e ressarcimento de danos aos cofres públicos.
No caso da Operação Lava Jato, a eventual abertura de ações penais caberá à Segunda Turma do STF, composta, além de Zavascki, pelos ministros Gilmar Mendes, Cármen Lúcia e Celso de Mello. Atualmente, há uma vaga aberta nessa turma, que deve ser preenchida por um novo ministro a ser indicado pela presidente Dilma Rousseff.
Delações
Nos depoimentos ao Ministério Público, Paulo Roberto Costa disse que empresas que atuavam em contratos da Petrobras pagavam propina aos diretores da estatal e que parte desses valores foi direcionada atender a PT, PMDB e PP, inclusive na campanha eleitoral de 2010.
Costa integrou a diretoria da Petrobras entre 2004 e 2012, nos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Ele foi preso em março pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal, sob a acusação de integrar a quadrilha comandada pelo doleiro Alberto Youssef. Após fazer acordo de delação premiada com a Justiça, Costa foi autorizado a ficar em prisão domiciliar.
Segundo o jornal “O Estado de S. Paulo”, o ex-diretor revelou o nome de 28 políticos supostamente beneficiados pelo esquema de corrupção na Petrobras. A publicação afirma que entre os mencionados estão o ex-ministros Edison Lobão (Minas e Energia); Antonio Palocci (Fazenda e Casa Civil), Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Mário Negromonte (Cidades); o governador do Acre, Tião Viana (PT); os ex-governadores Sérgio Cabral (Rio) e Eduardo Campos (Pernambuco), além de deputados e senadores de PT, PMDB, PSDB e PP. Os políticos citados negaram participação.
Entenda a Lava Jato
A Operação Lava Jato começou investigando um esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas que teria movimentado cerca de R$ 10 bilhões. A investigação resultou na descoberta de um esquema de desvio de recursos da Petrobras, segundo a Polícia Federal e o Ministério Público Federal.
Na primeira fase da operação, deflagrada em março deste ano, foram presos, entre outras pessoas, o doleiro Alberto Youssef, apontado como chefe do esquema, e o ex-diretor de Refino e Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. A sétima fase da Lava Jato, deflagrada em novembro de 2014, teve como foco executivos e funcionários de nove grandes empreiteiras que mantêm contratos com a Petrobras em um valor total de R$ 59 bilhões.
Parte desses contratos está sob investigação da Receita Federal, do MPF e da Polícia Federal. Só na sétima etapa da operação, foram expedidos 85 mandados de prisão, de busca e apreensão e de condução coercitiva (quando o investigado é levado pela polícia para depor) em municípios do Paraná, de Minas Gerais, de São Paulo, do Rio de Janeiro, de Pernambuco e do Distrito Federal.
Segundo o Ministério Público Federal (MPF), a Lava Jato cumpriu 64 mandados de prisão, 201 de busca e apreensão e 55 de condução coercitiva. Ao todo, 150 pessoas e 232 empresas estão sob investigação da Procuradoria.
Dinheiro desviado e recuperado
Informações divulgadas pelo MPF apontam que os crimes investigados pela Lava Jato desviaram ao menos R$ 2,1 bilhões da Petrobras, com base apenas nos crimes denunciados até agora.
Ao todo, a Procuradoria apresentou 19 acusações criminais contra 87 pessoas, por ilícitos como corrupção, crime contra o sistema financeiro, tráfico internacional de drogas, formação de organização criminosa e lavagem de dinheiro.
MPF informou já ter assegurado a recuperação de R$ 500 milhões desviados por investigados na operação. Segundo o coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Douglas Fischer, para permitir o resgate da quantia, o MPF fechou acordos de cooperação internacional com 12 países, entre os quais Suíça, Estados Unidos e Holanda. Além disso, foram bloqueados R$ 200 milhões em bens de réus dos processos decorrentes da Lava Jato.

terça-feira, 3 de março de 2015

ALBERTO FILHO GANHA POR 6X1 NO TSE E VAI REASSUMIR VACA NA CÂMARA FEDERAL

MAIS  UM CAPÍTULO DA NOVELA ALBERTO OU DEOCLIDES MACEDO

       Resultado de imagem para DEPUTADO ALBERTO FILHOResultado de imagem para DEPUTADO ALBERTO FILHO 


Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral votaram em sessão plenária na noite desta terça-feira (3) pela volta do deputado Alberto Filho (PMDB) para a Câmara Federal.

O Agravo Regimental com pedido de ação cautelar que Deoclides Macedo havia dado entrada no TSE e que havia sido deferido liminarmente pelo ministro Dias Tóffoli, foi considerado improcedente.

A decisão favorável a Alberto Filho recebeu o voto de 6 ministros contra apenas um.

MORRE CANTOR JOSÉ RICO, DA DUPLA MILIONÁRIO & JOSÉ RICO

COMUNICADO FOI FEITO NA PÁGINA OFICIAL DA DUPLA NO FACEBOOK. CANTOR TINHA 68 ANOS DE IDADE

  Foto: Divulgação

José Rico Alves dos Santos, conhecido como José Rico, da dupla Milionário & José Rico, morreu nesta terça-feira (3), em Americana, no interior de São Paulo, após ser internado com complicações no coração e rins, de acordo com nota divulgada na página oficial da dupla no Facebook.


 
"É com muita dor no coração e profunda tristeza que comunicamos o falecimento do nosso ídolo José Rico. Vamos rezar por este homem que tanta alegria nos deu. É impossível descrever nossa tristeza, estamos todos em estado de choque", diz o post.

José Alves do Santos nasceu em São José do Belmonte, em Pernambuco, no dia 29 de junho de 1946. Formou a dupla com Romeu Januário de Matos, o Milionário, na década de 70, e venderam cerca de 35 milhões de discos até hoje. Gravaram 29 álbuns juntos.

Seu primeiro LP foi gravado em 1973 e contava com músicas como Inversão de Valores, De Longe Também se Ama, Paraná Querido e Coração de Pedra.

Ao longo da década de 70, a fama só aumentou, chegando ao auge da dupla com a canção Estrada da Vida, autoria de José Rico em 1978.

Milionário e José Rico acabaram se separando em 1991 em um hiato que duraria até 1994, quando gravaram o disco de número 21 de suas carreiras, Nasci Para Te Amar. terra.com

LIMA CAMPOS - PREFEITO JAILSON FAZ ESTRADA QUE LIGA LIMA CAMPOS A SÃO LUÍS GONZAGA

ZONA RURAL: O  AVANÇO ADMINISTRATIVO EM LIMA CAMPOS
A Prefeitura de Lima Campos através da SIFRAU (Secretaria de Infra Estrutura) realizou um grande sonho de várias famílias que residem em diversas localidades que liga os povoados Vila Nova em Lima Campos ao Povoado Monte Vidéo em São Luís Gonzaga.

O Prefeito Jailson não poupou esforços para fazer estradas de qualidade e o resultado foi à satisfação dos moradores que prometeram realizar um churrasco para comemorar. E não deu outra, moradores se reuniram para realizar essa festa, já que eles mesmos tinham prometido ao Secretário da SINFRAU, Thadeu Pereira da Silva.
Prefeito Jailson comemora ao lado do vice-prefeito Estevinho e o povo 
Quando o secretário foi medir o lugar pra fazer a estrada, eles não acreditaram e de imediato disseram: "Se vocês realizarem essa obra nós iremos fazer um churrasco"


Lembrando que o Povoado Monte Vidéo em São Luís Gonzaga é muito extenso e de difícil acesso. Na verdade era, porque agora o povo está satisfeito para escoamento de grãos e muito mais.

Estiveram muitos populares dos dois municípios, e também vereadores, como: Riba Braga, Orlando Rocha, Presidente da Câmara "Cabrinha" e os amigos João Paulo, Ney Braga, Vicente Neto, Dr. Aristóteles, empresários como o irmão do prefeito "Preto", o pai do vice-prefeito, o Sr.Estevão, o próprio vice-prefeito Estevinho e muitas outras pessoas.  

Com informações - Blog do Marcos Lima                 
 

 

 

 

VICE-GOVERNADOR BUSCA INCENTIVOS NOS EUA PARA EDUCAÇÃO DO MARANHÃO

O MARANHÃO DE TODOS NÓS TEM GOVERNADOR E VICE GOVERNADOR


O vice-governador Carlos Brandão cumpre intensa agenda nos Estados Unidos. Representando o governador Flávio Dino, ele participa de uma semana de atividades promovidas pela Fundação Lemann em parceria com a Universidade Yale. O evento faz parte do programa “Liderando Reformas Educacionais: Desafios e Oportunidades para os Próximos Quatro Anos”, que discute projetos e experiências nacionais e internacionais sobre o tema.

A programação, que se inicia oficialmente no dia 04 de março e se estende até o dia 07, está sendo antecipada por visitas técnicas às instituições de ensino que servirão como mote para os debates. O secretário adjunto de Educação, Milton Campelo, acompanha o vice-governador durante toda a agenda naNew Haven (Connecticut), nos Estados Unidos.

Até o dia 12 de março o vice-governador permanecerá nos EUA, para tratar de questões referentes aos planos de incentivo ao governo do Estado. Entre as atividades estão previstas reuniões com Paulo Sotero, diretor do BrazilInstitute - Woodrow Wilson Center for Scholars; com dirigentes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID); com equipe de especialistas das áreas de educação, desenvolvimento humano e tecnologias sociais do Banco Mundial e também contato com o Conselho Empresarial do Brasil nos Estados Unidos.

Parcerias com IICA

O vice-governador também cumpriu agenda em Brasília em busca de parcerias que beneficiem o Maranhão. Na última sexta-feira (27), o vice-governador Carlos Brandão discutiu o realinhamento da parceria entre Governo do Estado e o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA).

Recebido pelo representante do IICA no Brasil, Manuel Otero, o vice-governador demonstrou, com o encontro, a intenção do governo Flávio Dino em tomarefetivo conhecimento quanto à atuação do Instituto no Maranhão e as alternativas a serem adotadas para que se renove e amplie o seu funcionamento em prol do desenvolvimento da agricultura em nosso estado.

Juntos, vice-governador e o representante discutiram sobre os desafios da produção agrícola em todo o Maranhão, na busca de medidas que visem a valorização do agricultor maranhense, em cada região do estado, em respeito a sua vocação peculiar para o manejo da terra.

“As portas foram abertas e em breve focaremos na inovação de tecnologias e parcerias com o IICA para o cultivo maranhense. Levar o nosso estado ao protagonismo econômico é uma das grandes bandeiras defendidas pela atual gestão e nós a perseguiremos até obtermos os resultados que pretendemos alcançar em curto, médio e longo prazo”, destacou Carlos Brandão.

Com base no diagnóstico das condições de funcionamento do IICA no Maranhão, apontado por Otero ao vice-governador, serão desenhadas as próximas estratégias de ação do Estado em sociedade com o Instituto. 
Fonte: Vice-governadoria     Texto: Aline Cristina